27 de novembro de 2020

10 circuitos para brincar de piloto de F-1

Você sabia que não precisa ser o Fernando Alonso, o Sebastian Vettel ou o Lewis Hamilton para dar algumas voltas em alguns dos mais famosos circuitos de F-1 do mundo? E, por incrível que pareça, é muito mais fácil do que muita gente imagina… Para quem não sabe ainda, passei os últimos nove anos viajando […]
thumb_IMG_8430_1024

Selfie com Felipe Nasr no grid do GP de Abu Dhabi do ano passado

Você sabia que não precisa ser o Fernando Alonso, o Sebastian Vettel ou o Lewis Hamilton para dar algumas voltas em alguns dos mais famosos circuitos de F-1 do mundo?

E, por incrível que pareça, é muito mais fácil do que muita gente imagina…

Para quem não sabe ainda, passei os últimos nove anos viajando o mundo para cobrir o Mundial de F-1. Nestas minhas andanças acabei conhecendo dezenas de circuitos e claro, sempre que podia aproveitava para dar uma volta nas pistas caminhando ou, nos dias em que estava mais corajosa, correndo.

Mas não é só quem é piloto ou quem cobre o Mundial de F-1 que pode ter acesso a circuitos como Monza, Suzuka, Spa-Francorchamps ou Abu Dhabi, entre outros. Muito pelo contrário.

Engana-se quem imagina que o único circuito do calendário possível de se conhecer é Mônaco porque as ruas do principado estão lá te esperando o ano inteiro_este, aliás, vou deixar fora da lista justamente por este motivo.

Muitos outros circuitos ao redor do mundo oferecem a oportunidade para qualquer pessoa de visitar suas instalações ou, em alguns casos, até mesmo pilotar nas pistas, seja de carro, bike ou patins.

1. Monza

IMG_3071_1024

Onde fica: 24 km ao norte de Milão, na Itália

O que oferece: Construído dentro de um belíssimo parque nos subúrbios de Milão, é um dos mais tradicionais do calendário da F-1. Monza oferece os chamados “Track Days”, em datas específicas, que são dias em que qualquer um pode chegar com seu próprio carro e dar algumas voltas na pista por 25 ou 50 minutos. Para os mais empolgados é possível também alugar um lugar no paddock.

Quanto custa: a partir de € 40

Site: http://www.monzatrackday.it/it-it/calendario

 

2. Spa-Francorchamps

thumb_IMG_0363_1024

Onde fica: 93 km a leste de Bruxelas, na Bélgica

O que oferece: Dono da curva mais famosa da F-1, a Eau Rouge (foto), o circuito oferece o que chama de “Public Driving Experience”. Qualquer um pode guiar nos mais de 7 km de traçado com seu próprio carro em datas específicas.

Quanto custa: a partir de € 100

Site: http://spa-francorchamps.be/public-driving-experience

 

3. Texas

IMG_0062_1024

Onde fica: 20 km ao sul de Austin, nos EUA

O que oferece: Um dos mais novos circuitos do calendário da F-1, o Circuito das Américas não permite voltas na pista mas oferece passeios guiados, em mini ônibus, pelo traçado. O passeio, que acontece aos sábados e domingos, inclui ainda a subida ao topo da torre (foto), que oferece uma visão panorâmica do circuito texano.

Quanto custa: US$ 25 para adultos

Site: http://www.circuitoftheamericas.com/tours

 

4. Silverstone

IMG_1262_1024

Onde fica: 120 km ao norte de Londres, na Inglaterra

O que oferece: Há várias opções de entretenimento no tradicional circuito inglês. Desde um tour guiado de duas horas pelas instalações até as chamadas “Hot Laps”, em que é possível dar voltas na pista em diversos tipos de carros. Neste último caso é preciso fazer uma espécie de mini curso antes de pilotar (dura cerca de uma hora e 15 minutos e é feito no mesmo dia).

Quanto custa: a partir de £ 30 (pelo tour) e £ 199 (pelas voltas em um monoposto chamado Formula Silverstone)

Site: http://www.silverstone.co.uk/experiences/driving-experiences/

 

5. Melbourne

IMG_4886_2_1024

Onde fica: no Albert Part, em Melbourne, Austrália

Continua após a publicidade

O que oferece: Assim como em Monza, o circuito fica dentro de um parque, portanto é possível visitá-lo a pé. Para os mais ousados, é possível fazer um passeio de Harley-Davidson pelo traçado.

Quanto custa: a partir de US$ 110 pelo passeio de moto

Site: http://www.visitmelbourne.com/F1-Grand-Prix-Track

 

6. Montréal

thumb_IMG_8828_1024

Onde fica: na Ilha de Notre Dame, em Montréal, Canadá

O que oferece: Também abrigado dentro de um parque, o circuito Gilles Villeneuve fica também numa ilha. Como faz parte de um parque enorme, é possível passear pelo circuito durante todo o ano. Para quem não quiser ir a pé, é possível alugar bicicletas, patins, segways, entre outros. Eu já fui de bike… vale muito!

Quanto custa: a partir de US$ 9 a hora pela bicicleta e US$ 7,50 a hora pelos patins

Site: http://www.parcjeandrapeau.com/en/ecorecreo-rental-centre-bike-segways-ski-snowshoe-montreal/

 

7. Abu Dhabi

IMG_4993_1024

Onde fica: em Yas Island, 45 km ao norte de Abu Dhabi

O que oferece: Assim como Silverstone, oferece vários tipos de passeios pelo circuito, desde o tour, que visita os principais pontos do traçado, a torre de controle, entre outros locais, até uma opção de dar algumas voltas no volante de um monoposto.

Quanto custa: a partir de US$ 32 pelo tour e US$ 475 pelo monoposto

Site: https://www.yasmarinacircuit.com/en/experiences

 

8. Suzuka

IMG_3556_1024

Onde fica: 371 km ao sul de Tóquio, no Japão

O que oferece: Em Suzuka não é permitido guiar no circuito, mas os visitantes podem fazer um passeio pelos principais pontos do traçado onde Ayrton Senna conquistou seus três títulos mundiais. O passeio é feito a pé e há paradas em pontos importantes, como o pódio, a sala de controle, entre outros.

Quanto custa: US$ 5

Site: http://www.suzukacircuit.jp/en/experience/amusementpark/backyard_tour/

 

9. Bahrein

IMG_6463_1024

Onde fica: 35 km ao sul de Manana, no Bahrein

O que oferece: O primeiro circuito do Oriente Médio a fazer parte do calendário da F-1 oferece tours para quem quiser conhecer os principais pontos do traçado, além da torre de controle, do centro de imprensa e, por que não, da lojinha do circuito.

Quanto custa: US$ 16

Site: https://www.bahraingp.com/-tours-.html?lang=en

 

10. Barcelona

IMG_3476_1024

Onde fica: 27 km ao norte de Barcelona, na Espanha

O que oferece: Entre outras possibilidades, o circuito em que as equipes da F-1 mais treinam oferece a chance de pilotar carros como Ferrari, Lamborgini, entre outros, por seu traçado. É preciso ter no mínimo 18 anos e ter uma carteira de habilitação válida. A volta é realizada apenas em datas específicas.

Quanto custa: a partir de € 148

Site: http://en.circuitcatexperience.com/driving-experience-f1_38.html

Continua após a publicidade

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp
11993455895