24 de novembro de 2020

Vou trabalhar como Shain ou por Empreiteira no Japão?

<p>Empregos no Japão para 2021. No Japão vou trabalhar como Shain ou por Empreiteira. Vamos tirar suas dúvidas sobre o Japão atual e o que está acontecendo dentro das leis e empresas. O funcionário efetivo (seishain ou apenas shain) é aquele trabalhador com contrato por tempo indefinido e que supostamente permanecerá na empresa até aposentar-se. Mais popular atualmente.…</p> <p>O post <a rel="nofollow" href="https://empregosnojapao.tur.br/vou-trabalhar-como-shain-ou-por-empreiteira-no-japao/">Vou trabalhar como Shain ou por Empreiteira no Japão?</a> apareceu primeiro em <a rel="nofollow" href="https://empregosnojapao.tur.br/">Empregos no Japão</a>.</p>

Empregos no Japão para 2021. No Japão vou trabalhar como Shain ou por Empreiteira. Vamos tirar suas dúvidas sobre o Japão atual e o que está acontecendo dentro das leis e empresas.

O funcionário efetivo (seishain ou apenas shain) é aquele trabalhador com contrato por tempo indefinido e que supostamente permanecerá na empresa até aposentar-se. Mais popular atualmente.

O keiyaku shain pode ser o funcionário terceirizado alocado (funcionário da empreiteiraou funcionário que tem vínculo laboral direto com a fábrica. Conhecido desde 1970 até 2019, está com os dias contados, pois com as novas leis, as empresas estão aderindo a contratação direta.

Qual o salário atual do Japão para brasileiros?

No japão o salário teve uma queda nos últimos anos devido a impostos e shakai hoken, que virou obrigatório, sendo assim, antes da pandemia o salário médio era de 200 a 300 mil ienes, podendo ganhar mais do que isso, ou cerca de 2 a 3 mil dólares.

Agora com a pandemia, algumas empresas estão pagando cerca de 100 mil ienes por mês. Esperamos que volte ao normal agora após agosto de 2020.

Como vão ficar as empreiteiras no Japão?

O que provavelmente vai acontecer, é que do Brasil, as famosas Agências, continuarão seu trabalho de envio de pessoas qualificadas para trabalhar no Japão, através de seu marketing e entrevistas diretas, selecionando os candidatos e enviando ao Japão para as antigas empreiteiras, as quais também se tornarão agências, pois dificilmente algum brasileiro irá conseguir embarcar sem ajuda na documentação e suporte no aeroporto cá ou lá, ou sem assessoria ao futuro emprego.

Cabe a nós gestores de recursos humanos internacionais, preparar os brasileiros para empregos no Japão, e arrumar sua documentação, bem como tirar o visto, e fazer entrevista no emprego que ele escolher, tudo isso aqui do Brasil, até seu embarque no aeroporto de Guarulhos.

Quando o trabalhador embarca, no Japão, ainda esperam por ele, a famosa empreiteira, pois muitas empresas ainda não aderiram ao “novo” sistema de empregabilidade, mas já temos casos de pessoas que enviamos e se tornaram Shain, ou funcionários da fábrica diretos.

O que está acontecendo atualmente, é que muitas outras nacionalidades estão chegando ao Japão, sem descendência, o que faz de nós trabalhadores muito raros, isso porque somos considerados um degrau a cima, não importa o que pensam sobre esse assunto, e muitas empresas acreditam demais em nosso potencial.

Com a chegada desses novos estrangeiros, que são chineses, filipinos, vietnamitas, e indonésios, os brasileiros estão perdendo mercado. mas ainda assim, são milhares de empresas que buscam pelos nossos profissionais.

Agora quando você brasileiro, chegar ao Japão, e quiser se tornar Shain, com certeza existirão inúmeras empresas com propagandas em revistas prontos para te contratar, mas lembre-se de que você deverá ter um bom currículo, tempo de serviço, e falar bem japonês.

Por enquanto nossa agência ainda não manda brasileiros com emprego direto, e sempre dizemos isso nas entrevistas. Enviamos via empreiteira parceira ao Japão.

Muito em breve, provavelmente continuaremos nosso trabalho, enviando pessoas também, diretamente a essas empresas, que farão seus pedidos de candidatos e entrevistas por Skype ou Zoom, e assim, daremos toda a consultoria até seu embarque, e chegando lá, alguém da futura empresa, vai estar esperando no aeroporto.

A diferença, é que o trabalhado vai ter que se virar sozinho, caso não haja mais a famosa empreiteira, o que eu acho muito perigoso, pois nada melhor e mais seguro do que alguém cuidando da gente, não é mesmo?

Você procura emprego no Japão? Fale conosco pelo whatsapp.

MAX BLANC

Ceo Super Agência

Criador de Conteúdo, Gestão de Google ADS e Otimização de Site

Owner Marketing Para Médicos

O post Vou trabalhar como Shain ou por Empreiteira no Japão? apareceu primeiro em Empregos no Japão.

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp
11993455895